Header Ads

Giro de Notícias

Procon-JP inicia agendamento para atendimento presencial

Agendamento
(Foto: Divulgação/Procon-JP)

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de João Pessoa (Procon-JP) iniciou nesta semana o agendamento para atendimento presencial (obedecendo normas de segurança sanitária) no SAC da sede da Avenida Pedro I, 473, Centro, através do telefone (83) 3218-5720, das 8h às 17h. O número 0800 083 2015 continuará a assistir ao cidadão, que poderá receber orientações sobre a legislação consumerista e tirar dúvidas, mas não agendará o atendimento.

O número 3218-5720 acolherá as reclamações do consumidor agendando o atendimento presencial para abertura de processo administrativo, como também receberá a demanda que se destine aos setores da fiscalização ou da consultoria jurídica para que as providências sejam tomadas para sanar o problema.

Quanto ao 0800 083 2015, este será o canal onde o pessoense poderá tirar dúvidas e receber orientação sobre a legislação que assegura seus direitos enquanto consumidor, bem como encaminhando as reclamações para o setor de fiscalização para que este realize as inspeções necessárias.

O Procon-JP também disponibilizará, a partir de setembro, o número do WhatsApp 99135-0120 e o e-mail procon@joaopessoa.pb.gov.br para agendamento de atendimento presencial. A partir dos contatos em quaisquer desses canais, a pessoa será encaminhada para atendimento no SAC, para audiência de conciliação ou para consulta processual no cartório da secretaria, dependendo do motivo exposto.

Site

O site www.proconjp.pb.gov.br também terá espaço para agendamento do atendimento a ser realizado de forma presencial na sede do Procon-JP e também será disponibilizado ao consumidor em setembro. O agendamento será dirigido tanto para o consumidor quanto para o fornecedor de bens e serviços. Quando se tratar do consumidor, o agendamento será feito para o SAC e, no caso do fornecedor, o agendamento será encaminhado para consulta processual no cartório ou para as audiências de conciliação.

Fonte: Portal Correio

Nenhum comentário