Header Ads

Giro de Notícias

Paraíba tem 224 notificações de dengue em 2020

Agência do Rádio Mais
Paraíba já registrou 224 casos prováveis de dengue em 2020. O estado apresenta uma incidência de 5,57 casos a cada 100 mil habitantes. Os dados são do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde.
Ao longo do ano passado, o estado registrou 9 óbitos confirmados em decorrência da dengue. O município com a maior taxa de infecção pela doença, também no ano passado, foi Teixeira.
A região Nordeste, ao todo, já confirmou quase 5 mil casos de dengue em 2020. A região apresenta taxa de incidência de 8,58 casos a cada 100 mil habitantes, ainda de acordo com o boletim epidemiológico.
Os números preocupam as autoridades em Saúde principalmente porque, neste ano, o sorotipo 2 da dengue tem se propagado com maior intensidade. A gerente executiva da Vigilância em Saúde da Secretaria estadual de Saúde da Paraíba, Talita Tavares, ressalta a importância do diagnóstico precoce e do mapeamento do sorotipo da doença:
“A gente fez uma nota em conjunto com o LACEN – o Laboratório Central de Saúde Pública – e estamos tentando mostrar a importância do usuário, ao chegar no serviço de saúde no início dos sintomas, dar assistência na atenção primária, coletar o sangue, fazer todo o processo nessa amostra e encaminhar ao laboratório de referência. Para que a partir daí a gente tenha, desde o primeiro trimestre, uma identificação atual dessa circulação viral no estado.”
Arte: Ítalo Novais/ Sabrine Cruz
Em janeiro, o Ministério da Saúde declarou que 12 estados brasileiros correm o risco de sofrer surto de dengue. Além de toda a região Nordeste, a população do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo, deve ficar atenta para o possível surto do sorotipo 2 da dengue.
Coordenador-Geral de Vigilância em Arbovirose do Ministério da Saúde, Rodrigo Said, pede que a população dos estados siga as orientações e entre no enfrentamento ao Aedes aegypti.
“Hoje, mais de 80% dos criadouros do mosquito são domiciliares. Então, a ação de controle é necessária, integrada de atividades do poder público, tanto do Ministério da Saúde, como das secretarias estaduais e municipais, de saúde, aliado as ações de mobilização da população.”
E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes.
Fonte: WSCOM

Nenhum comentário