Header Ads

Giro de Notícias

FPF lança edital e abre espaço para árbitros de todo o país atuarem na Paraíba

Foto: ascom
Quem vai mediar os jogos do Campeonato Paraibano de 2019 após o banimento de nove árbitros e auxiliares locais em consequência das investigações da Operação Cartola?
A dona da competição, a Federação Paraibana de Futebol, parece não saber. E nesta segunda-feira (17) a entidade lançou edital de inscrição para árbitros de todo país.
Com isso, preocupada com o andamento do estadual, a FPF põe em prática a ideia de utilizar juízes de outros estados, evidenciando uma deficiência de formação no estado.
Estão fora do quadro de arbitragem Adeilson Carmo Sales (ex-árbitro da FPF), Antônio Carlos Rocha (ex-árbitro da FPF), Antônio Umbelino (ex-árbitro da FPF), Éder Caxias (ex-árbitro da CBF), Francisco Santiago (ex-árbitro da FPF), João Bosco Sátiro (ex-árbitro da CBF), José Maria de Lucena Netto, (ex-auxiliar da CBF), Tarcísio José (ex-auxiliar da FPF) e Josiel Ferreira (ex-auxiliar da FPF).
Todos foram condenados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por, supostamente, fazerem parte de um esquema de manipulação de resultados no Campeonato Paraibano deste ano.
O edital da FPF estabelece prazo para inscrições até esta sexta-feira (21) e árbitros de todo o Brasil podem se inscrever. Serão aceitos pedidos de árbitros com idade até 50 anos e pertencentes aos quadros estaduais.
O documento, assinado por Arthur Alves Júnior, diretor interino de arbitragem da entidade, também serve para analistas de arbitragens que queiram prestar serviços para a FPF.
O Paraibano 2019 tem início previsto para o dia 12 de janeiro e a grande final da competição está agendada para o dia 21 de abril.
Fonte: Paraiba Online

Nenhum comentário